sexta-feira, 7 de março de 2014

Dia de quem?

Obra da blogueira  Negahamburguer 

Não sou mãe, não sei se desejo ser. Se optar por ter filhos, talvez decida não amamentar. E, certamente, não optarei pelo parto natural.

Também devo dizer que não tenho sonhos românticos, não acredito em príncipes encantados e não gosto de trabalho doméstico. Comédia romântica? Apenas em doses homeopáticas, por favor. 

É fato que não sou muito ligada à “estética”. Não frequento academia, não sou maníaca por cosméticos, não vou ao salão pra fazer unha ou cabelo e, para ser sincera, rosa não é minha cor. Detesto concursos de miss, não gosto de ser tratada como troféu e não aceito que me digam como devo agir ou parecer.  

Não sou a representação da delicadeza ou a encarnação dos bons modos. Frágil? Creio que não. Não sou dependente e meu estado civil representa sempre uma temporária opção. Falo alto e solto palavrão. Como muito mais que a média e não gosto de falar ao telefone.

Rezar não está entre meus hábitos, não falo baixo e não costumo fuxicar. Não faço tricô, não vivo atrás de liquidações e, infelizmente, não sei nenhuma receitinha milagrosa de família para ajudar. Não sei fazer bolo, nem doce, mas poderia aprender.

Fico de mal-humor de repente e não “no período” que esperam. Uso apenas o que me faz bem, não o que parece “adequado” ou o que os outros “desejam”. Também não faço charme e sou muito impaciente com atrasos.

Sou mulher e devo salientar que posso vestir ou desnudar e, ainda assim, sou a única a ter direito sobre meu corpo e nada que eu faça é um aval para alguém me cantar. Sou UMA mulher, e não A SUA ou MAIS UMA. Não sou a imagem que vendem e, muito menos, a caricatura que compram.
[...]
… por tudo isso e mais um pouco que no dia 8 de março faço questão de me unir aquelas que alertam: esta data representa uma luta e não outra desculpa para que a sociedade possa, mais uma vez, nos rotular e sufocar com suas etiquetas que indicam como ser “Mulher”.


“Amanhã será mais um dia em busca de direitos iguais para cada diferente!”  

Nenhum comentário: