quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Olimpíadas???

Cá estou outra vez como advogada do diabo ou como mera porta-voz de minha solitária indignação ... acho que este é o termo mais adequado ao meu estado de espírito: indignação. Não vou descambar aqui por um discurso técnico ou econômico, meu objetivo não é me ater a cifras ou estatísticas - não por falta de argumentos ou dados, mas simplesmente por considerar que o "superficial" da questão já seja o bastante para justificar meu sentimento. Como de costume já me desculpo com os entusiastas de plantão, mas não pertenço a esta tribo e acredito que execesso de animação prejudica o discernimento.

Deixando a enrolação de lado, o que vem me atormentando é este apoio frenético (quase esquizofrênico) a campanha do "Rio 2016". A mídia, mais uma vez, está em festa ... depois da morte do astro pop Michael Jackson (cá entre nós, há muito esquecido e citado apenas por bizarrices esporádicas), nada como uma Copa do Mundo e uma Olimpíada para alimentar as grades de programação!!!

Olimpíada verde-amarela, carnaval fora de época, que prato cheio! a política do pão e circo continua vigorando com sucesso nesses mares do sul. Sou apaixonada pelo meu país (uma relação masoquista, mas sincera) e é exatamente em função do meu amor que não compactuo com esta "palhaçada" pra gringo ver! Afinal, a conta vai chegar no meu quintal e não no deles ...
No dia da divulgação da "grande campeã" o Rio de Janeiro estava em festa, o prefeito decretou feriado facultativo à população, lá estava a areia lotada de gente vestindo as cores do país e cantando com o Lulu Santos ... quando se anunciou, com sotaque "gringolês", o nome do Rio de Janeiro, o Brasil inteiro vestiu a camiseta da seleção e se deixou contagiar pela exaltação carioca que pulsava em todas as emissoras de tevê.

Não acreditei ... ainda não acredito ... que a cidade é linda, eu já sei; que somos capazes de organizar uma festa inesquecível, também  não tenho dúvida; que o povo é maravilhoso, eu  concordo, MAS este mesmo povo tem necessidades mais urgentes ... ou melhor, tem necessidades e, infelizmente, creio que sediar as olimpíadas não ajudará em nada.

Tem gente que ainda não tem água em casa, não existe saneamento, uma chuva e o país pára ou "apaga", não há transporte adequado nem nas grandes nem nas pequenas cidades, não há emprego, não há educação e, segundo dizem, não há nada disso porque não há dinheiro!!! Então como realizar uma Olimpíada?!?!?! Sei que vai ter alguém para me considerar simplista, mas nesse caso específico a questão é simples assim ... não há motivos para apelar e falar da violência, o discurso político já dá conta do absurdo que estão a festejar.

Embora eu já tenha falado muito sobre isso, acho que é importante ressaltar mais uma vez que nosso povo precisa aprender a refletir mais e assumir mais responsabilidades sobre os rumos do do país. Enquato celebramos uma candidatura para sediar as Olimpíadas sem realizar qualquer questionamento, os cidadãos dos concorrentes demonstraram enorme reprovação à candidatura das suas cidades e países ... Por que será que somos os únicos confetes da festa? será que só nós percebemos a importância do evento? ou quem sabe estamos preocupados demais em encher o salão e esquecemos de avaliar quem, afinal, vai pagar pela festa quando as luzes apagarem.

6 comentários:

CANELAFINA disse...

Este é um pais que vai pra frente oh,oh,oh,oh,oh. Cinquenta milhões em ação.... Ano 70

Ano 2009- Isto que voce tão bem escreveu...

Antônio Carvalhal disse...

Vê se posta periodicamente agora...
Sobre o assunto...nem sei o que falar cara. Pra mim é como se nada estivesse acontecendo...

Fabih Caldas disse...

como sempre o outro lado da moeda.

a resposta para a pergunta que as pessoas esquecem de perguntar.

sou fã. saudade enorme.

Evelyn Bastos! disse...

COMO que eu não tinha teu link ainda? COMO que eu não tinha lido o teu blog ainda? COMO? COMO? COMO?

Te amo amiga, e teu blog é ótimo! Capaz que não seria...jornalista boa é outra coisa! O texto toca a gente!

Morro de saudades...

Mel Costa disse...

Como sempre incisiva e fantástica! Vc traduziu tudo o que penso e comento com meus familiares, amigos e em sala de aula! Se me permites, gostaria de usar seu(s) texto(s) em de minhas aulas. Posso?

Mabel Oliveira Teixeira disse...

Claro Mel!!! Podes sim ... me sinto honrada.