segunda-feira, 13 de julho de 2009

História para os netos 1

Quando éramos criança os pais do nosso vizinho, o Mané Letrinha, diziam:

- Garoto! larga já essa bola e vai estudar. Você não é filho de pai rico não, caso não meta a cara nos livros vai acabar morrendo de fome!!!

E lá ia o garoto se encerrar no quarto e fazer a lição de casa.

Nessa época, passar horas na frente de um computador era visto como desperdício pelos pais e o Mané já estava acostumado com os sermões:

- Te dou um minuto para desligar essa porcaria e ir pra cama, vá ler um livro ou fazer alguma coisa de útil pelo seu futuro!

E sabe meuneto, naquele tempo muitas crianças acreditaram que era melhor mesmo encarar os livros e solidificar seus conhecimentos buscando uma formação, alguns chegavam a ficar anos tentando entrar em universidades, você acredita? ... pois é, com o Mané foi assim. Ele tentou relutar um pouco, queria fazer teatro, mas os pais não aprovavam isso também:

- Artista? dinheiro não cai do céu meu filho. Você tem que estudar para ter alguma chance de ser bem sucedido na vida. Acredite Manezinho, o mundo lá fora é cruel com quem não tem um diploma.

Os anos foram se passando e o Mané Letrinha foi se tornando um devorador de livros, sabia de tudo um pouco. Quando terminou a escola decidiu fazer jornalismo para contar às pessoas todas as coisas importantes que tinha aprendido e as diversas histórias que existem por aí. Jornalismo??? ahhhhhhh, desculpe pela falha, jornalismo era uma profissão que existia no tempo do Mané e do vovô, mas isso é passado meu querido.

Se nosso vizinho ainda é jornalista? não meu neto, é não. O coitado foi substituído por um ator que passou a apresentar o jornal, sabe? aquele bonitão que faz sua vó suspirar ... o Mané Letrinha não fazia tanto sucesso , acho que ele falava demais e sorria de menos ... queria contar muitas coisas que ninguém mais tinha tempo pra ouvir.

Mas hoje ele está bem, seguiu os conselhos de um velho "coronel" que batia um martelo: vendeu seus livros para um sebo e conseguiu um emprego de cozinheiro no refeitório do "muita grana para jogar aqui futebol clube", ele tá conseguindo sobreviver dignamente eu acho, mas não tenho muitas notícias dele ... não tenho mais notícias sobre muitas coisas na verdade.

Um comentário:

Mel Costa disse...

Verdade Mabel! Espero que não tenha de contar isso aos meus netos! Uma profissão tão importante e tentam banalizá-la! Esse é o problema do nosso país, não valorizar o que temos de melhor! Mais de uma coisa tenho certeza! Esse não será o seu futuro! Jornalistas como você, nunca saem de moda!